Your address will show here +12 34 56 78
Desenvolvimento Profissional

A internet se tornou um dos principais meios de comunicação, nela, milhões de pessoas, criam laços sociais, profissionais e recebem informações o tempo todo.


Com isso, tornou-se também uma poderosa vitrine para empresas e profissionais divulgarem seus produtos e serviços, fazendo com que a internet seja uma ferramenta crucial para estratégias de posicionamento de marca.


É necessário salientar que, se antigamente você considerava seu concorrente direto, apenas as empresas do mesmo segmento que o seu, hoje é preciso considerar que você está disputando atenção com tudo que está na internet: notícias, vídeos de bichinhos, influenciadores digitais e claro, outras empresas e prestadores de serviço, todos são seus concorrentes diretos.


Há alguns passos básicos que todos que pretendem se posicionar profissionalmente no mundo online, deve se atentar:


Foco no público alvo


A internet traz o benefício de podermos criar campanhas nichadas de acordo com o perfil de cliente que desejamos atingir. Para isso, é primordial que você saiba qual é seu público-alvo e como pode chamar sua atenção.


Crie um funil de vendas online


Com o funil de vendas, você poderá acompanhar todo o seu processo comercial e definir estratégias para a otimização do objetivo a ser alcançado. Seja ele, mais vendas, mais clientes, mais seguidores e assim por diante. Atente-se para focar em um objetivo por vez.



Aposte no marketing de conteúdo e anúncios pagos


Para você ganhar presença online, ter um conteúdo relevante que demonstre a sua autonomia no assunto e credibilidade, fará com que gere leads e possivelmente, converta em vendas.


Há também os anúncios pagos, que trarão resultados significativos, com baixo custo de investimento, além da possibilidade de readequação dos valores de acordo com as necessidades do momento.


Otimização SEO


Criar títulos atraentes, uso de tópicos e subtópicos em sua redação para a quebra de leitura e aumento de permanência na página, uso de palavras-chave e otimização e redirecionamento de URLs, ajudarão a marca a se fortalecer na internet.


Seguindo esses passos, você ganhará cada vez mais força profissional no ambiente online e abrir portas para conquistar cada vez mais clientes e consequentemente, lucro!

0

Desenvolvimento Profissional

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 13,5% em 2020, é a maior desde o início da série histórica, em 2012. Em um senário de pandemia, muitos trabalhadores se viram desamparados e tiveram que reinventar a forma de ganhar dinheiro, com isso, o número de trabalhadores autônomos está em constante crescimento e para se manter como seu próprio chefe e organizar sua vida financeira, é preciso ter alguns cuidados.


É muito importante que o trabalhador autônomo tenha a venda de seus produtos ou serviços legalizados, desta forma, o profissional evita que tenha seus produtos confiscados por autoridades ou então, impedido de prestar seus serviços. Estar nessa condição, pode trazer constante preocupação e o risco constante de ter um prejuízo orçamentário.


Essa preocupação, não vale apena, pois no final, o trabalhador autônomo estará sempre com algum impedimento em focar no que realmente importa: o crescimento profissional. Veja a seguir com ser um autônomo legalizado.


Antes de tudo, você sabe o que faz de alguém um trabalhador autônomo?


O trabalhador autônomo é o profissional que não possui vínculo empregatício, pode ser pessoa física ou jurídica e pode prestar serviços para ambos também. O autônomo responde legalmente pelo próprio trabalho, não precisa ter uma formação técnica específica e deve pagar alguns tributos.


Para legalizar seu trabalho como autônomo,  o profissional deverá efetuar o CCM – Cadastro de Contribuintes Mobiliários, para isso, basta procurar Secretaria de Finanças. Após isso, deverá se cadastrar também como contribuinte individual no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o que pode ser feito pelo site da instituição.


Com isso, o trabalhador autônomo passará a recolher o INSS regulamente, a taxa é de 20% sobre os rendimentos, com limitação do teto da previdência. Além disso, ao formalizar sua condição trabalhista junto ao CCM, o profissional terá algumas tributações:


  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Imposto de Renda (IR);
  • Imposto sobre Serviços (ISS);
  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Programa Integração Social (PIS).

Pode parecer muita coisa, mas lembre-se essa tributação trará formalidade e paz profissional, além de estar em dia com a Receita Federal. O trabalhador autônomo legalizado, tem melhores oportunidades de alavancar seu negócio e futuramente, tornar-se MEI e assim por diante. 

0

Desenvolvimento Profissional

O MEI (Microempreendedor Individual) foi criado em 2008 com a lei complementar n° 128 e visa formalizar o trabalho de autônomos e pequenos empresários. A partir de então, milhares de trabalhadores saíram da informalidade e garantiram alguns direitos trabalhistas, como aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte, entre outros.


Em meio à maior crise de desemprego que o Brasil enfrenta desde 2012 – atualmente são 14 milhões de desempregados – trabalhos autônomos tornam-se uma das principais saídas dos trabalhadores e em 2020 os MEIs já somam mais de 10 milhões de pessoas, segundo o Portal do Empreendedor.


Apesar do crescimento deste número, sabemos que ainda há muitos trabalhadores autônomos que não se cadastraram como MEI e continuam na informalidade. Essa situação é complicada não só para o negócio, mas, como já dito, pela falta de garantia de direitos trabalhistas. Você é um trabalhador autônomo, que saber como funciona MEI e como se cadastrar? Vem com a gente que te ajudamos nessa!


A inscrição do MEI é realizada diretamente no Portal do Empreendedor de forma eletrônica e gratuita, por meio de um processo simplificado e desburocratizado. Para isso será necessário:


– Cadastro no Portal de Serviços do Governo Federal, no endereço gov.br


– Dados pessoais: RG, título de eleitor ou declaração de Imposto de Renda, dados de contato e endereço residencial.


– Dados do negócio: tipo de atividade econômica realizada, forma de atuação e local onde o negócio será realizado.


Para ser MEI, é necessário faturar no máximo até R$ 81.000,00 por ano, e exerça, de forma independente, as ocupações que constam do Anexo XIII da Resolução CGSN 140/2018; possua um único estabelecimento; não participe de outra empresa como titular, sócio ou administrador e não contrate mais de um empregado.


Ao se cadastrar como MEI, o empresário é enquadrado no Simples Nacional, com tributação simplificada e fica isento dos tributos federais. Com a inscrição, o MEI terá direito a Cidadania Empresarial como CNPJ, emissão de Nota Fiscal e crédito para Pessoa Jurídica. Também terá direito a Inclusão Previdenciária e benefícios como aposentadoria, auxílio-doença e licença-maternidade.


O cadastro é bem rápido, simples e pode ser feito online, pelo Portal do Empreendedor. Hoje em dia, o MEI ainda conta com um aplicativo facilitador para emissão da DAS para pagamento, consulta ao CNPJ, situação mensal dos dados tributários, entre outros.


Gostou de saber mais sobre MEI? Depois conta pra gente como foi seu processo de cadastramento e caso tenha ficado com alguma dúvida, dá um Psiu! Vamos adorar te ajudar a adquirir a formalidade do seu trabalho autônomo. <3

0

Desenvolvimento Profissional
Vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico e conectado e para nos destacar profissionalmente, é essencial que conheçamos as tendências do mercado.

Há diversas formas de aumentar sua renda, mas o ponto principal aqui é ter seus planos e objetivos bem alinhados para que assim você possa traçar o plano de aumentar sua renda, de acordo com o que você precisa.

A depender dos seus objetivos, você poderá analisar se precisa de uma jornada dupla de trabalho, se precisa melhorar o investimento no seu negócio próprio, se algumas horas a mais de trabalhos extras resolvem ou até mesmo pegar um “freela” ocasionalmente, só para ter aquela graninha a mais.

São muitos os caminhos que poderá percorrer, por isso, lembre-se: saber onde quer chegar é o principal! Após ter seus planos muito bem desenhados, é hora de escolher qual caminho seguir para alcançar o aumento de sua renda:

Invista em conhecimento

Conhecimento é a chave para abrir muitas portas, pode parecer clichê, mas a verdade é que ter domínio de conteúdos relacionados a sua área de trabalho é sempre a melhor pedida para alavancar sua carreira e com isso, ter um aumento considerável na sua renda.

Cursos livres podem ser de grande valia para que você desenvolva habilidades específicas para seu trabalho, tornando-o cada vez mais um profissional capacitado e completo.

Vale a pena investir em cursos, palestras e workshops para adquirir conhecimento, mas caso a grana esteja curta, procure por cursos online gratuitos, vídeos no YouTube, Blogs sobre a sua profissão. Aqui, o que importa é que você separe pelo menos 2 horas do seu dia para estudar conteúdos que sejam relevantes para seu desenvolvimento.

Através do aumento da sua bagagem intelectual, você aumenta muito suas chances de uma promoção no trabalho, aumentar sua média salarial por conta da sua expertise e também se atualizar na sua área de atuação e conseguir preencher lacunas que, muitas vezes, ficam em aberto por não ter profissionais que se atualizam conforme a demanda de mercado.

Marketing é essencial

Para ter sucesso, seja na sua carreira profissional ou como administrador do seu próprio trabalho, ter noções básicas de marketing é primordial.

O marketing no geral, te ajuda a entender seu negócio ou prestação de serviço de forma íntima: quem são seus clientes? Do que eles gostam e precisam? Quais locais eles frequentam? Como está a competitividade do mercado? Qual diferencial da sua marca (profissional ou da empresa)? Entendendo coisas básicas, você poderá traçar planos bem mais certeiros e que trarão ótimos resultados.

Com o marketing pessoal, por exemplo, você desenvolve sua imagem profissional para que tenha boas impressões dos clientes e com isso, mais chances de venda, seja de um serviço ou produto. Desenvolver um portfólio profissional, um currículo bem estruturado ou movimentar seu LinkedIn com conteúdos relevantes e conquistas profissionais, conceberá à sua imagem profissional uma melhor impressão de responsabilidade e profissionalismo.

Já um marketing de conteúdo bem planejado, fará com que sua página ou rede social, fique mais interessante e aumente o engajamento do interesse do público, aumentando sua rede de clientes e por consequência, sua renda.

Trabalhe como freelancer

O interessante de trabalhar como freelancer, é que você pode fazer seus horários e criar demandas de acordo com suas necessidades, além disso, o trabalho como freelancer pode ser tanto na sua área de atuação profissional, como em algum hobby que você tenha.

Se você trabalha como Designer, por exemplo, pode trabalhar em uma empresa em tempo integral e fazer alguns serviços contratados por fora, por outras empresas e/ou micro-empreendedores. A mesma coisa com auxiliar de limpeza, que pode trabalhar em tempo integral e nas horas vagas, fazer diárias. O trabalho como freelancer cabe à muitas profissões, mas se ainda assim, a sua não se adequa a esse modelo de trabalho, você pode prestar serviços como: passeador de cães, tradução de textos, babá, panfletista e muitas outras opções!

Use aplicativos de entregas e serviços

Puxando o gancho de trabalhar como freelancer, uma forma tecnológica para isso é através de aplicativos de serviços e entregas. A cada hora surge uma nova plataforma para facilitar nosso dia a dia, servindo também como uma boa saída para o desemprego do país e uma forma de ter uma renda extra.

Há aplicativos de entregas como IFood, Rappi e James que você poderá facilmente se cadastrar como entregador, até mesmo de bike e patinete a depender da cidade onde mora, sendo assim, esses aplicativos tornam-se uma maneira de quem não tem experiência, mas quer ganhar uma grana, a ter acesso a uma oportunidade de forma rápida e com resultado rápido.

Caso você não queira fazer entregas, ainda há a opção de se cadastrar como prestador de serviços em aplicativos destinados a isso. O Psiu é um aplicativo de serviços que conecta o cliente ao prestador em poucos cliques, sendo assim, você pode cadastrar suas especialidades profissionais e ter um alcance muito maior de clientes e gerando renda rapidamente.

Uber faz parte dos aplicativos que ganhou força nos últimos anos por propiciar uma maneira autônoma e eficaz de ter renda, podendo organizar seus horários e ter ganhos significativos. Apesar disso, o aplicativo fica um pouco mais seleto, por conta de precisar ter um carro ou no mínimo, ter carteira de motorista, neste caso, o aplicativo para prestação de serviços torna-se o mais inclusivo de todos.

Abra uma lojinha de coisas usadas

Ao contrário da tecnologia dos apps, há sempre o jeito clássico e infalível para levantar uma grana: montar uma lojinha com coisas usadas.

Você pode começar com desapegos próprios seus e de seus familiares e depois investir em garimpos e fazer curadoria de peças para vender na sua loja, vale tudo: roupas, livros, móveis, eletrônicos. Lembre-se de cuidar dessas peças antes de colocar para venda, para que consiga agregar um maior valor aos produtos.

O bom das chamadas lojas de garagem é que hoje em dia, você pode mesclar esse jeito clássico de vendas à tecnologia atual, trazendo esse tipo de venda para a atualidade. Você pode criar um site e-commerce para sua loja ou até mesmo um perfil no Instagram, Mercado Livre ou OLX, essas plataformas também fazem seu alcance ser muito maior!

Existem muitas formas para que você aumente sua renda, tenha sempre em mente seus objetivos, o tempo que você possui para se dedicar a ter esse ganho financeiro e quais ferramentas poderá utilizar para alcançar suas metas.
0

Desenvolvimento Profissional

As tendências do mercado de trabalho mudam rapidamente com as demandas sociais e novos modelos de negócios. Muitas vezes, um conhecimento profissional que você tem, pode rapidamente ficar ultrapassado, é preciso estar atento às mudanças e oportunidades que surgem.


Hoje, o consumo através de aplicativos é enorme e cada vez mais as pessoas buscam alternativas para otimizarem a correria do dia a dia. Nem imaginamos como poderia ser a rotina diária sem um app do banco, app de itinerários do transporte público, de chamar um motorista particular ou pedir refeições naqueles dias que não sobrou tempo para nada ou que simplesmente não está afim de cozinhar.


Segundo a AppsFlyer – plataforma de mensuração de aplicativos – existem mais de 2,6 milhões de aplicativos na AppStore e esse mercado movimenta mais de US$ 3 bilhões no Brasil com anúncios. Esse sucesso está exatamente em facilitar a vida das pessoas, oferecendo praticidade e segurança.


Os apps revolucionaram tanto a forma de consumir como a de trabalhar, tornando-se uma maneira rápida de escape para o grande número de desempregados no país e permitindo uma forma de trabalho mais autônomo, onde o trabalhador pode escolher seus horários e em quais dias quer trabalhar.


Comumente, os apps disponibilizam um cadastro bem simples para os interessados em prestar serviço na plataforma e logo após a aprovação, já podem começar a trabalhar e ganhar dinheiro de imediato. Esse cadastro também traz segurança aos clientes, que têm a certeza que todos os trabalhadores daquele app, tiveram seus perfis verificados.


Com tantas possibilidades, os trabalhadores podem se cadastrar para diversas áreas, como apps de entrega, motorista particular e até mesmo prestação de serviços diversos. Um bom exemplo deste último é o aplicativo Psiu, que possui mais de 150 especialidades cadastradas. 


Os profissionais se cadastram na plataforma sem custo algum e ganham uma maior divulgação e alcance de clientes de forma muito rápida. Após o cadastro como prestador, em poucos dias o profissional já tem a possibilidade de aumentar sua renda, pois estará fazendo parte de uma grande rede de contatos e modernizando sua forma de atendimento, atendendo as demandas do mercado.


Baixe o app Psiu na sua loja de aplicativos e comece a ganhar dinheiro agora mesmo!

Baixar para Android – clique aqui.

Baixar para IOS – clique aqui.

0

Desenvolvimento Profissional
Em um mercado cada vez mais concorrido, saber “vender seu peixe” é primordial para se destacar dos demais profissionais e garantir boas oportunidades e alavancar sua carreira.

Se tratando de destaque profissional, podemos traduzir a expressão popular de vender o peixe para o marketing pessoal, mas o que é marketing pessoal?

Marketing pessoal é um conjunto de estratégias que podemos seguir para determinar uma concepção positiva da sua imagem, bem como exaltar suas habilidades e conhecimentos acerca de determinado assunto e/ou ramo de atuação.

Muitas vezes bons profissionais não conseguem uma boa colocação no mercado, justamente por não desenvolverem uma imagem profissional marcante. Hoje em dia, não basta ter uma boa formação e habilidades, é preciso saber mostrar essas informações de maneira que fortaleça a confiança e comprometimento em torno do seu trabalho.

Para alcançar uma boa imagem profissional, as estratégias de marketing pessoal deve seguir alguns passos:

Comunicação

Preste atenção na forma que você se comunica com as pessoas, é importante você conseguir observar o ambiente que frequenta e adaptar sua comunicação de acordo, alguns lugares exigirão que você tenha uma comunicação clara e objetiva, mais formal, já em outros ambientes, pode ser que você precise ser mais político e informal, preste muita atenção ao seu redor para não pecar nos diálogos por ter se comportado de forma inadequada.

Além disso, é com uma boa comunicação que você desenvolve boas redes de contatos e aumenta suas oportunidades no mercado de trabalho.

Cativar Pessoas

Mesmo após ter montado uma boa rede de contatos ou ter conseguido a vaga de emprego que tanto queria, é importante que você seja uma pessoa agradável.

Sabe aquela pessoa que todos lembram no escritório por ter sempre uma companhia agradável? Seja essa pessoa! Muitos podem pensar que isso é algo natural e que apenas algumas pessoas têm esse “dom”, mas a verdade é que ainda que algumas pessoas tenham mais facilidade social, qualquer pessoa pode desenvolver sua sociabilidade e conseguir ser uma pessoa cativante no dia a dia do seu trabalho.

Desenvolva seu lado político e procure ser um profissional sempre disponível para ajudar sua equipe, seja um profissional com mente de liderança e sempre positivo quanto aos obstáculos que aparecerão no trabalho, ninguém gosta de conviver com pessoas que reclamam muito, não trazem soluções e diminuem a energia do ambiente.

Além de claro, ser sempre empático e solícito com seus clientes, propicie um atendimento personalizado e que supere as expectativas, prestando atendimento com foco na excelência e de maneira humanizada.

Código Visual

Código visual nada mais é a forma que sua imagem visual é representada. Seu código visual deve ter um aspecto profissional e também irá variar de acordo com o ambiente que frequenta, algumas profissões como advogado, médico, exige roupas mais formais, já em outras como designer, produtor de moda, pede que você demonstre personalidade criativa.

Para profissionais cuja atividade profissional possa sujar as roupas como pintores, pedreiros, mecânicos, não devem se descuidar a ter roupas bem alinhadas, isso faz toda diferença e não deixa um ar desleixado. Use aventais para que suas roupas não fiquem tão desgastadas e tenham maior durabilidade.

O importante aqui é ter uma imagem que demonstra profissionalismo e organização, por isso, nada de exageros! Evite que suas roupas chamem muita atenção e tirem o foco do seu lado profissional.


Objetivos bem definidos

De nada adiantará você construir uma boa rede de comunicação ou boa impressão sob sua imagem, se você não souber o que fazer com isso. Então, defina quais seus objetivos: uma promoção no trabalho? Recolocação no mercado? Aumentar sua clientela? Muitas perguntas podem ser feitas para que você saiba o que quer e quais as ferramentas que precisa desenvolver para alcançar sua meta.


Imagem virtual

Atualmente é essencial que você seja um profissional ativo no meio digital, virtualmente, você consegue ampliar significativamente a sua rede de contatos, demonstrar seu profissionalismo e compartilhar suas conquistas na área em que atua.

Aqui é importante que mantenha uma certa periodicidade de comunicabilidade online, dessa forma, seu site, perfil profissional ou portfólio, ganham mais engajamento e atrai mais pessoas.

Só com a periodicidade, você terá bons resultados. No começo pode parecer não surtir efeito, mas quanto mais se dedicar a desenvolver sua imagem virtual, mais ela ganhará destaque!


Dedicando-se diariamente e seguindo os passos citados, você desenvolverá um bom marketing pessoal e irá valorizar sua reputação profissional, ganhando muito mais destaque no mercado de trabalho.
1

Desenvolvimento Profissional

Uma das principais formas de causar uma boa impressão aos seus clientes é ter uma conduta e boa apresentação na hora de prestar um atendimento e consolidar um bom relacionamento com seu público.


Use roupas adequadas para o seu tipo de trabalho e mantenha-as sempre limpas, você poderá escolher peças que possam servir de uniforme, assim otimiza seu dia-a-dia e padroniza seu dress code (código visual). 


Ter seus materiais de trabalho sempre organizados, também o auxiliará a causar um bom impacto. 


Em horários de atendimento, evite perfumes fortes, muita informação no seu look, como bijuterias em demasia ou maquiagem carregada, o foco deverá ser no serviço que será prestado, por isso, não detenha esse foco no seu visual.


Além da aparência, o modo como se comunica com seus clientes deve ser sempre cordial. Atenda a todos da mesma maneira, toda pessoa que chega até você é um cliente em potencial, preze por isso. 


Não só a educação, mas o que você fala para o seu cliente o convencerá de contratar ou não o seu trabalho, por isso, tenha um bom entendimento de suas habilidades e demonstre segurança ao passar informações técnicas sobre as mesmas.


Atualmente temos um grande leque de opções e conseguimos fazer pesquisas antes de escolher um serviço, desta forma, os consumidores estão cada vez mais exigentes e para você ter sucesso em seu trabalho, terá que oferecer uma ótima experiência para seus clientes, desde o pré-atendimento, execução e pós-venda, todas as etapas têm a mesma importância e sua atenção e cuidado precisam ser os mesmos em todas as etapas.


Quando falamos de sua aparência e do modo em que se apresenta ao cliente, estamos falando de marketing pessoal, porém, o marketing pessoal abrange muito mais coisas, se inteirar sobre o assunto o fará um profissional ainda mais reconhecido!


Saiba mais sobre o que é Marketing Pessoal em: Valorize Sua Reputação Profissional Através do Marketing Pessoal.

0