Your address will show here +12 34 56 78
Para sua casa.

Para criarmos um ambiente aconchegante e prático, precisamos encontrar o equilíbrio nos pontos de iluminação, considerando o design e a eficácia desejada em cada espaço. Há vários fatores que podem influenciar na qualidade de vida e se falando de iluminação, não é apenas comprar uma bela luminária ou uma lâmpada potente, é preciso saber elaborar um ambiente saudável conforme a necessidade do ambiente.


Trazemos hoje os tipos de iluminação e o que elas podem evocar em cada situação, confira a seguir e saiba como explicar o projeto luminotécnico que deseja ao profissional que irá contratar!


Iluminação direta


É utilizada para destacar detalhes o objetos do espaço. Indicada para escritórios, visto que facilita a concentração. Exemplos de luz direta: luminária de mesa, spots sobrepostos e embutidos, abajur de piso.


Iluminação indireta


Remete a aconchego, por isso, é indicada para lugares mais íntimos como quartos ou sala mais reservada. Exemplos de iluminação indireta: abajures, fitas de LED colocadas em desníveis de gesso ou arandelas.


Iluminação difusa


A característica principal da iluminação difusa é que ela é homogênea e confortável. É também muito versátil, por isso, pode ser utilizada em qualquer ambiente. Exemplos de iluminação difusa: luminárias, visto que garantem que a luz se espalhe pelo ambiente sem criar sombras fortes.


Temperatura da lâmpada – influencia


A temperatura da lâmpada também pode influenciar na composição do ambiente. É a temperatura a responsável por passar sensações sobre os ambientes. Por exemplo, ao entrar em um hospital, você precisa que o ambiente remeta a limpeza, confiança e saúde, enquanto quando vai a um restaurante, um ambiente aconchegante é o que chamará sua atenção. 


A temperatura em Kelvin define se a lâmpada é mais fria e azulada ou quente e amarelada. 

Os valores de referência são:


Branco quente: varia de 2600 K a 3500 K e pode ser comparada à lâmpada de filamento incandescente por trazer sensação de conforto e tranquilidade.


Branco neutro: varia de 4000 K a 4500 K e pode ser comparada às lâmpadas halógenas. É ideal para locais que necessitam de atenção, como cozinha, escritório, museus, etc., ela não altera a cor dos objetos.


Branco “luz do dia”: varia de 5000 K a 5500 K, como o nome já diz, ela é semelhante à luz natural e é responsável por reproduzir melhor as cores. 


Branco frio: acima de 5500 K e pode ser comparada às lâmpadas fluorescentes e de alta potência. É indicada para locais que exigem máxima atenção como: hospitais, farmácias, clínicas, indústrias, etc.


Para que seu projeto de iluminação corresponda às suas necessidades, é essencial contratar um bom profissional, que saberá qual tipo de luz e lâmpada usar em cada espaço. No Psiu, você encontra profissionais qualificados, tira suas dúvidas, faz orçamentos e escolhe o que atender suas expectativas. Em apenas alguns cliques, você consegue o projeto de iluminação que sempre sonhou, parcela em até 6x no cartão e ainda conta com uma garantia de até R$ 5.000,00 sob o serviço contratado. Dá um PSIU, a gente resolve! ;D

0

Para sua casa.

Todos já ouvimos falar sobre aterramento elétrico e o quão importante é para segurança nas instalações elétricas, mas o que exatamente quer dizer fazer um aterramento elétrico e o quanto isso impacta no bom funcionamento dos eletrônicos?


Apesar de sabermos superficialmente, a importância do aterramento elétrico, muita gente ainda se arrisca com instalações fora dos padrões de segurança. Então, hoje explicaremos o que é um aterramento elétrico de forma simplificada, para você conseguir entender de uma vez por todas o porquê de fazer uma instalação correta e com ajuda profissional!


Basicamente, a rede elétrica é composta por dois fios condutores: o fase, por onde a eletricidade é conduzida e o neutro, cuja potência é igual a zero. Os dois são suficientes para efetuar uma ligação elétrica. Contudo, como há variações de tensões elétricas, essa ligação pode ser falha em algum momento e é aí que entra o fio terra.


O terra tem valor igual a zero Volt absoluto, isso quer dizer que, diferente do fio neutro, seu valor não é alterado em hipótese alguma. Sendo assim, quando há variações na tensão elétrica desnecessárias para aquele tipo de ligação, o “excesso” de eletricidade é acumulada no fio terra e descarregada na terra, motivo que nomeou o fio de “terra”.


O aterramento é feito através de uma viga cravada na terra que é ligada à um fio, comumente na cor amarela e/ou verde. Desta forma, a instalação protege possíveis choques elétricos, diminui as variações de tensões elétricas e elimina fugas de energia, fazendo com que a instalação elétrica seja muito mais segura.


Claro que, falando assim, parece fácil resolver o problema, certo? Errado! O aterramento da instalação é bastante complexo e apenas tentamos simplificar aqui para o melhor entendimento, mas essa categoria de serviço deve ser feito por um profissional experiente, garantindo o aterramento correto.


Não sabe onde encontrar um profissional ideal para esse tipo de serviço? Contamo o segredo: no aplicativo Psiu você encontra não só um bom eletricista, mas mais de 150 especialidades de prestadores de serviços! Você consegue conversar com os profissionais sem compromisso e fazer quantos orçamentos quiser. O aplicativo é muito intuitivo e fácil de usar, além de ser muito prático e seguro. Se ainda não conhece, baixe agora mesmo e conheça as vantagens de dar um Psiu:


Psiu para ANDROID


Psiu para IOS

0

Para sua casa.

Na correria do dia a dia, não tem jeito: tanto abre e fecha de portas que a chave enrosca, fica presa, a gente gira para um lado e para o outro e aqueles minutinhos pra chegar a tempo no compromisso se tornam valiosos, até que acontece, a chave quebra dentro da fechadura!  


Você com certeza já se viu em situação parecida e pensou: onde vou arrumar um chaveiro que me atenda rápido a essa hora? Bem, nem sempre dá pra esperar a chegada do chaveiro para que você siga com sua rotina, então se liga nessas dicas que poderão te ajudar na hora do perrengue:


A primeira coisa a se fazer é deixar a chave em posição vertical. Utilize um objeto de metal fino para te auxiliar nisso, como um grampo ou clipe, por exemplo.


A partir disso, podemos ter dois cenários: você ter acesso aos dois lados da porta ou acesso a apenas um dos lados da tranca.


Se tiver acesso aos dois lados da tranca, você pode usar uma chave reserva ou um clipe para tentar empurrar o pedaço de chave que ficou dentro da fechadura, para o outro lado e puxar com um alicate, quando a mesma estiver saindo do outro lado para terminar de removê-la.


Caso tenha acesso a apenas um dos lados, será necessário um pouco mais de paciência. Se a chave tiver quebrado e restado algum pedacinho para fora da fechadura, você poderá, tentar retirá-la com algum objeto de ponta fina, como um alicate, pinça e cortador de unha.


De maneira geral, essa não é uma tarefa tão simples e o ideal é solicitar a ajuda de um profissional. A sorte é que hoje podemos contar com plataformas tecnológicas que facilitam nosso dia a dia e ajudam MUITO em momentos como este, é o caso do aplicativo PSIU, onde você pode solicitar um chaveiro – e mais de 150 outras especialidades de serviço – com urgência. Em apenas alguns cliques, você encontra o profissional ideal para te ajudar e ter o atendimento realizado na mesma hora e ainda parcelar em até 6x sem juros, só vantagens!


Conheça o aplicativo Psiu:


Para IOS


Para Android 

0

Para sua casa.

Durante a pandemia, todo mundo teve que desenrolar alguma tarefa que não estava habituado, nessas horas, ter noções básicas por onde começar, é essencial. Outra coisa que ganhou relevância durante esse período que vivemos, foi a necessidade de ter um lar aconchegante, afinal, precisamos ficar em casa o maior tempo possível.


Seja pela necessidade de elaborar um cantinho de trabalho e estudos ou dar uma repaginada na decoração, saber montar um móvel será muito eficiente. Além disso, é um ensinamento não só para esse momento, mas para a vida, então mão à obra e pega essas dicas:


1- Leia o manual com atenção


Muitas vezes subestimamos a complexidade e já pulamos para a parte da “mão na massa”, mas ler as instruções do manual é primordial para que cada peça esteja no lugar correto e siga a ordem correta da montagem para que seu móvel fique firme e alinhado.


2- Monte o móvel no cômodo correto


Atente-se para que a montagem seja feita já no lugar em que o móvel ficará, assim, você evita imprevistos como o móvel não passar por alguma porta ou não ter espaço suficiente, tenha esse cuidado especial principalmente se o móvel em questão for um armário, cama ou berço, já que são objetos de porte maior.



3- Prepare o espaços e ferramentas


Organize o espaço onde o móvel será montado, separe um cantinho para dispor as peças que serão utilizadas. Ter um cômodo bagunçado ou peças espalhadas pelo chão, poderá dificultar a montagem e até mesmo perder de vista algumas pequenas peças que possa precisar.


Além disso, separe com antecedência todas as ferramentas que utilizará na montagem e forre o chão com lona, papelão ou jornais para que não corra o risco de danificar as peças ou o próprio chão.


4- Confira todas as peças


Após preparar tudo, antes da montagem, verifique se todas as peças necessárias estão corretas e as separe de acordo com a ordem que serão utilizadas.


Tome cuidado para que os parafusos fiquem bem fixados, com atenção para não forçar demais e danificá-los, se preferir, use uma parafusadeira nesta etapa. Todas as peças que vêm com o móvel, deverão ser usadas, caso sobre alguma peça ao final da montagem, provavelmente você pulou alguma etapa. Verifique o manual novamente para identificar o que faltou.


5- Guarde o manual e nota fiscal no produto


É importante que você guarde o manual e nota fiscal do produto para caso ocorra algum problema, o fabricante poder ser acionado para garantia ou até mesmo, para que seja possível consultar o manual novamente em caso de desmontar o móvel para mudanças.


6- Em qualquer sinal de maior dificuldade, chame ajuda


Se você leu o manual, verificou que possui as ferramentas necessárias, tem um bom espaço para montagem, mas ainda assim, acha que o nível de dificuldade para montar o móvel é alta, o ideal é pedir ajuda para um profissional! Afinal, é muito importante que a montagem do móvel fique perfeita para garantir a durabilidade de seu uso e até mesmo a sua segurança! 


Não sabe onde encontrar um bom montador de móveis? A gente te conta: no aplicativo PSIU você encontra profissionais capacitados para diversos serviços de forma rápida, prática e segura! São mais de 150 especialidades para te ajudar nas soluções do dia a dia, experimente!

Baixe o PSIU!

Para Android – clique aqui

Para IOS – clique aqui


0

Para sua casa.

Um simples vazamento, pode se tornar uma grande dor de cabeça. Desde causar poças de água e infiltrações, até um aumento significativo na conta de água, por isso, hoje vamos mostrar algumas coisas que podem ser verificadas e ajustadas caso você tenha uma torneira com vazamento em casa.


Os principais motivos que fazem uma torneira vazar são: rosca desgastada e peças quebradas. No caso da rosca desgastar, o conserto será simples, já a depender da peça interna que quebrou, será mais vantajoso trocar a torneira inteira.


Após verificar qual o problema da torneira, você precisará seguir alguns passos para seu conserto:


-Separe as ferramentas necessárias como chave ajustável e alicate.


-Desligue o fornecimento de água para poder retirar a torneira e desmontá-la.


-Remova a tampa protetora e verifique o problema. A rosca poderá estar desgastada ou a borracha que ceda a água, velha demais. Caso a rosca estiver muito gasta, será preciso substituí-la, mas caso esteja com pouco desgaste, envolver a rosca com um vedante de silicone será suficiente para o conserto. Se for a borracha desgastada, troque por uma nova.


-Se o problema não for essas peças, compre uma nova torneira e substitua pela antiga.


-Após identificar a solução necessária, veja se não ficou nenhuma peça ou sujeira no cano e instale novamente a torneira consertada ou a nova torneira. Lembre-se de passar uma fita veda-rosca no cano para que o encaixe fique perfeito e não transborde água.


-Reabra o registro de água e veja se está tudo certo. Funcionou? Viu como é simples? 🙂


Caso ainda esteja com problemas, indicamos que não tente outras soluções para que o problema não se agrave, nesse caso, o melhor é contar com um profissional para te ajudar. O aplicativo Psiu, conta com diversos prestadores de serviço, inclusive encanadores, você consegue achar um ótimo profissional, com apenas alguns cliques e pagamento facilitado, você tem seu problema resolvido!


Baixe o app Psiu agora mesmo e descubra mais de 150 especialidades que te ajudam a resolver seu dia a dia!


Baixar para Android


Baixar para IOS

0

Para sua casa.

Tinta!

 

Essa é a resposta mais certa que você receberá hoje. Quando a gente pensa em pintar um comodo, normalmente pensamos em pintar todas as paredes ou destacar uma parede com cor diferente e isso é super válido, mas hoje iremos te mostrar novas formas de mudar totalmente o ambiente, usando apenas tinta!


Desde o início de 2019 as pinturas geométricas em paredes, vem se tornando tendência entre os arquitetos e decoradores de interior, mas durante essa quarentena, esse estilo de pintura tomou as casas dos brasileiros e todo mundo quis colocar a mão na massa. Ficou de fora da brincadeira? Calma, vamos te ajudar com referências maravilhosas!


Antes das referências para você se inspirar, precisamos dizer que a ideia de pintar um cômodo sozinho, pode parecer assustador, mas é mais fácil do que parece! Primeiro que o bom de usar tintas é que têm tintas para todos os bolsos: você pode usar, cal, tinta a base de água, lavável, esmalte, acrílica e mais uma infinidade. 


Claro que, cada uma terá um acabamento diferente, mas a criatividade aqui é o ponto mais importante. Então, mãos na massa! Veja no rótulo da tinta escolhida o procedimento para a preparação da mesma, separe um recipiente plástico para que possa misturar a tinta, rolo e pincel apropriado de acordo com a tinta escolhida também. 


Você pode comprar a tinta já na cor que você quer ou comprar bisnagas coloridas para misturar (verifique se a bisnaga é compatível com a sua tinta). Não sabe quais cores combinar? A Adobe tem um site ótimo para escolher palhetas de cores! Clique aqui para ver o site.


O legal é que você pode escolher como vai dar um toque diferente na parede: pintando todo o comodo, pintando apenas uma parede, fazendo um painel para a TV, uma pintura como cabeceira da cama e por aí vai. 


A combinação de formas geométricas nas pinturas mais a combinação com plantinhas, tem virado um xodó da decoração, então lá vai muitas referências para se inspirar:

 

Gostou das ideias, quer colocar em prática, mas não se sente seguro para por a mão na massa?

 

Contrate um profissional que te ajudará a renovar sua casa! É muito legal ser criativo e fazer suas próprias coisas, mas um profissional sempre conseguirá identificar sua necessidade, transportar para um projeto ou dar melhor acabamento.

 

No app Psiu você encontra os melhores profissionais: seja um arquiteto e design de interior para criar o projeto inteiro ou um pintor que pode transferir suas ideias para a parede.



0

Para sua casa.

Uma casa limpa e organizada é imprescindível para nosso bem-estar e otimização da nossa rotina. Manter uma programação diária para manutenção dos afazeres da casa, facilitará muito para que a correria cotidiana seja o mais leve possível.


Por isso, saber criar dinâmicas e formas para a arrumação da casa torna-se de grande valia. Trazemos hoje algumas dicas simples que te ajudarão a melhorar a organização casa.


Crie uma rotina de organização


Para manter a casa limpa e organizada, é importante que você implemente na sua rotina um tempinho destinado a isso. Como em uma casa há várias tarefas, podemos separar a execução de casa uma em: diária, semanal, quinzenal, mensal e semestral. Isso facilitará que você dê conta de manter a organização, então ao invés de tentar fazer tudo de uma vez, planeje as tarefas a serem feitas naquela data.


As tarefas da casa podem ser separadas da seguinte forma:


Diária – Arrumar a cama, varrer os cômodos principais da casa, limpeza rápida no banheiro (vazo e pia), lavar louça, cuidar das refeições, organizar a roupa separando o que vai lavar, passar, guardar.


Semanal – Limpar janelas e vidros, varrer, aspirar, passar pano na casa, limpar superfícies, lavar o banheiro, trocar roupa de cama e toalhas, lavar roupa a depender do fluxo de uso da casa.


Quinzenal – Limpar filtro do ar-condicionado e ventiladores, forno e micro-ondas,  geladeira e superfícies mais altas como topo de armários.


Mensal – Limpar armários da despensa, maçanetas, portas, espelhos de interruptor. Limpar estantes com muitos livros e objetos, armários de roupa – pode ser feito a cada três meses, retirando todas as roupas e para lugares muito úmidos, passar um pano com vinagre para evitar mofo.


Semestral – Limpar acessórios de prata, fazer uma revisão nos armários de roupas, sapatos e acessórios, separar o que usa e o que não usa, o que precisa de reparos e separe o que pode ser doado.


Desapegue


Criar o hábito de revisitar seus pertences e objetos para ver o que ainda faz sentido na sua rotina, é o ideal para não acumular coisas que não usa mais. Nada de olhar objetos e pensar “vai que preciso?” e cair na armadilha de guardar novamente um objeto, use a regra de que se você não usou nos últimos 6 meses, não precisa guardar esse item.


Fique apenas com o essencial para o seu cotidiano, isso facilita muito a manutenção da organização das suas coisas, além de você poder doar o que não usa mais e ajudar outras pessoas que precisam!


Tenha lugares definidos para guardar suas coisas


Parece simples, mas ter bem definido um lugar para guardar as coisas separadas por categoria, auxilia na otimização do seu dia a dia e evita que você se perca nas suas próprias coisas!


Defina os lugares para cada coisa e crie o costume de usar e guardar no lugar certo, evitando deixar os objetos em lugares diferentes e “perdidos”.


Otimize os espaços


Além de manter a limpeza e cada coisa em seu lugar, otimizar os espaços também faz toda a diferença para manter a casa organizada. Use e abuse de caixas organizadoras, prateleiras e ganchos para que os armários e espaços da casa sejam bem aproveitados conforme as suas necessidades.



Com essas dicas, você conseguirá manter seu lar um lugar de paz, bem-estar e ideal para recarregar as energias! Você pode se organizar para fazer tudo ou contratar profissionais que cuidem disso. Com o aplicativo Psiu, você consegue contratar diaristas e personal organizers que deixarão sua casa ainda mais confortável, com alguns cliques, você contrata o profissional ideal, com muita segurança e comodidade!

0

Para sua casa.

Instalar um chuveiro, pode até parecer um pouco assustador para quem não entende nada de elétrica, mas é até bem simples, a depender de como está a fiação do imóvel.


Por isso, hoje mostraremos como instalar um chuveiro elétrico na sua casa – em apenas alguns passos – com toda segurança! Vamos juntos?


Qual a tensão do chuveiro?


A primeira coisa a ser verificada é qual a tensão do chuveiro (127V ou 220V), isso varia muito da região em que mora, normalmente a tensão é padronizada. Utilize um multímetro para saber qual a tensão que seu chuveiro deverá ter.


Qual disjuntor ideal para o meu chuveiro?


Outra coisa muito importante, é comprar um disjuntor que siga a mesma potência de instalação do seu chuveiro. Se o disjuntor for para uma potência menor, por exemplo, o aparelho não funcionará bem e poderá até queimar.


Qual tipo de fiação devo utilizar?


Os cabos condutores de energia também devem seguir um padrão de acordo com a potência do chuveiro, garantindo o bom funcionamento do aparelho.


Veja no artigo Meu Chuveiro Elétrico Não Funciona E Agora? uma tabela para saber qual disjuntor e tipo de cabo usar na sua instalação, de acordo com a potência do chuveiro.


Como instalar o chuveiro?


Após reunir todo material necessário e correto para a instalação do chuveiro, estamos prontos para instalá-lo. 😀


  • Desligue o disjuntor de energia do chuveiro ou o geral;

  • Para conectar os cabos do chuveiro ao de energia do imóvel, utilize um conector de porcelana ou Wago. Muitas pessoas fazem a instalação sem os conectores e unem os cabos com fita isolante, esse tipo de ação que pode deixar sua instalação menos segura do que com os conectores, evite!

  • Desencape as pontas dos fios com um alicate desencapador – tanto dos cabos do chuveiro, como os do imóvel; 

  • Em seguida, conecte os fios fase e neutro, não há diferenciação nas cores, atente-se apenas para separar o cabo de aterramento, que é sempre verde ou verde e amarelo do chuveiro, veja o esquema de ligação na imagem abaixo;



  • Conecte o cabo terra do chuveiro com o cabo terra da instalação. Caso a sua instalação não possua o aterramento, não conecte – em hipótese alguma –  o cabo terra junto ao neutro. Neste caso, o melhor a se fazer é isolar o cabo terra do chuveiro e não conectá-lo na instalação.

Minha instalação é por tomada, o que eu faço?


Em alguns estados, é normal que a instalação do chuveiro seja direto na tomada, neste caso, a instalação seguirá a mesma lógica, basta verificar que a tomada que irá instalar e/ou conectar o chuveiro, seja uma tomada com o ampere correto. Lembrando que a instalação de chuveiro elétrico com tomadas é inadequado e a instalação pode não ser tão segura! A forma mais segura é utilizando o conector para os cabos da instalação, direto no chuveiro elétrico, já que este é um aparelho com grande potência elétrica.


Para casos de dúvidas sobre fiação, disjuntor, ampere de tomadas e etc, você pode sempre solicitar um profissional que fará o serviço com toda expertise e segurança. Com o app Psiu, você encontra o profissional ideal para te ajudar, baixe agora mesmo, são mais de 150 especialidades cadastradas! 

PSIU para Android

PSIU para IOS

1

Para sua casa.

Pia entupida é um problema corriqueiro e chato de lidar, o entupimento impede que a pia possa ser utilizada, causa mal cheiro e atrai insetos. Então, quando surge um entupimento, a gente quer resolver o mais rápido possível, não é mesmo?


Reunimos 5 maneiras práticas e fáceis para você resolver problemas com entupimento e nunca mais passar perrengue com pia interditada:


Detergente


Na maior parte das vezes, as pias entopem por conta da gordura acumulada nos canos e um detergente já pode resolver! Basta ferver cerca de 5 litros de água, adicionar o detergente e despejar aos poucos no ralo da pia. A água quente irá ajudar a ação de limpeza do detergente.


Desentupidor de Borracha


Um dos métodos mais utilizados em casa, é o desentupidor de borracha. Por ser um produto de fácil acesso, ele é item obrigatório para se ter em casa e ajudar numa urgência. Para desentupir a pia com o desentupidor, basta pressioná-lo no ralo da pia, empurrando para cima e para baixo – o volume da água deverá estar um pouco acima do ralo para que a eficácia seja maior – após isso, verifique se a água está descendo, se for necessário, repita o processo.


Soda Cáustica


A soda cáustica também irá desobstruir a sujeira na encanação, podendo diluir até pequenos sólidos que encontrar. Despeje uma xícara de soda no ralo da pia, em seguida, despeje uma jarra de água quente e deixe descansar por algumas horas. Lembre-se que a soda cáustica é um produto tóxico e muito corrosivo, deve ser utilizado apenas em entupimentos mais críticos, evitando a deterioração dos canos. Use luvas ao manipular este produto!


Limpar Sifão


O sifão da pia, pode acumular restos sólidos de alimentos que deixamos cair no ralo e acabam obstruindo a passagem de água pelo cano e causando o entupimento. Para limpar o sifão, basta desrosquear o cano da parede e deixá-lo reto, para que os sólidos parados nas curvas de “s” do sifão possam sair, lavando com água quente e detergente. Coloque um balde grande embaixo para que não vaze água e sujeira na sua cozinha.


Bicarbonato e Vinagre


Bicarbonato e vinagre é uma dupla já muito conhecida para limpeza em geral e para desentupir a pia, não é diferente, são muito eficazes! Para desentupir a pia com eles, você vai precisar de 1 xícara de bicarbonato de sódio, 1/2 copo de vinagre e 4 xícaras de água quente. Coloque o bicarbonato em cima do ralo e em seguida despeje o vinagre, deixe borbulhar por alguns minutos e em seguida, despeje também a água quente.


Para entupimentos críticos ou se você não gosta de colocar a mão na massa, pode sempre utilizar o app de serviços Psiu! Com ele, em alguns cliques você é atendido de imediato e acha o encanador ideal para te ajudar. Prático, simples e super seguro, além de conseguir parcelar o pagamento em até 6x no cartão de crédito.

Baixe o app:

Download para IOS

Download para Android

0