Your address will show here +12 34 56 78
Para sua casa.

Todos já ouvimos falar sobre aterramento elétrico e o quão importante é para segurança nas instalações elétricas, mas o que exatamente quer dizer fazer um aterramento elétrico e o quanto isso impacta no bom funcionamento dos eletrônicos?


Apesar de sabermos superficialmente, a importância do aterramento elétrico, muita gente ainda se arrisca com instalações fora dos padrões de segurança. Então, hoje explicaremos o que é um aterramento elétrico de forma simplificada, para você conseguir entender de uma vez por todas o porquê de fazer uma instalação correta e com ajuda profissional!


Basicamente, a rede elétrica é composta por dois fios condutores: o fase, por onde a eletricidade é conduzida e o neutro, cuja potência é igual a zero. Os dois são suficientes para efetuar uma ligação elétrica. Contudo, como há variações de tensões elétricas, essa ligação pode ser falha em algum momento e é aí que entra o fio terra.


O terra tem valor igual a zero Volt absoluto, isso quer dizer que, diferente do fio neutro, seu valor não é alterado em hipótese alguma. Sendo assim, quando há variações na tensão elétrica desnecessárias para aquele tipo de ligação, o “excesso” de eletricidade é acumulada no fio terra e descarregada na terra, motivo que nomeou o fio de “terra”.


O aterramento é feito através de uma viga cravada na terra que é ligada à um fio, comumente na cor amarela e/ou verde. Desta forma, a instalação protege possíveis choques elétricos, diminui as variações de tensões elétricas e elimina fugas de energia, fazendo com que a instalação elétrica seja muito mais segura.


Claro que, falando assim, parece fácil resolver o problema, certo? Errado! O aterramento da instalação é bastante complexo e apenas tentamos simplificar aqui para o melhor entendimento, mas essa categoria de serviço deve ser feito por um profissional experiente, garantindo o aterramento correto.


Não sabe onde encontrar um profissional ideal para esse tipo de serviço? Contamo o segredo: no aplicativo Psiu você encontra não só um bom eletricista, mas mais de 150 especialidades de prestadores de serviços! Você consegue conversar com os profissionais sem compromisso e fazer quantos orçamentos quiser. O aplicativo é muito intuitivo e fácil de usar, além de ser muito prático e seguro. Se ainda não conhece, baixe agora mesmo e conheça as vantagens de dar um Psiu:


Psiu para ANDROID


Psiu para IOS

0

Para você

A prática de exercícios traz diversos benefícios para a saúde, desde ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares, reduzir o colesterol e pressão arterial, até no aumento de energia e qualidade do sono.


Entretanto, o número de pessoas que têm essa prática diária ainda é baixo e segundo o IBGE, em 2020 apenas 30% dos brasileiros se disseram fisicamente ativos. Então, se você faz parte desses 70% que não praticam exercícios, hoje daremos algumas dicas para que você implemente pequenas atividades na sua rotina e consiga praticar exercícios no conforto do ser lar!


Como começar?


Para se exercitar em casa, o ideal é separar um cantinho onde você tenha um espaço confortável para fazer os movimentos, mas não se preocupe, os exercícios não requerem grande espaço, então vale arrastar a mesinha de centro da sala, colocar a mesa mais de lado e tudo se resolve!


Outro ponto importante, é que você comece devagar, com pouca intensidade de exercícios O tempo pode variar de acordo com sua rotina, mas a intensidade deve aumentar gradualmente e nunca abruptamente. Apesar do tempo poder variar, o aconselhado é, pelo menos, 30 minutos diários, mas lembre-se: antes fazer apenas 10 minutos de exercícios por dia, do que zero. 


Antes de começar, faça um aquecimento! Se alongue por alguns minutinhos para que o corp “entre no clima”! Tudo pronto? Vamos aos exercícios!


10 exercícios para fazer em casa 


1- Ponte


 

2- Agachamento na cadeira



3- Aviãozinho



4- Flexão de braço



5- Abdominal


6- Remada



7- Extensão dos pés



8- Pular corda



9-  Corrida estacionária



10- Bicicleta imaginária


Inicie com um a menor intensidade e aumente gradualmente, não esqueça de melhorar também seus hábitos alimentares. O que comemos não é apenas uma questão de peso, mas sim, do bem que cada alimento pode trazer para nossa saúde! Com uma boa alimentação e a pratica de exercícios, você verá sua qualidade de vida melhorar, experimente e comece agora mesmo! 🙂

Quando puder, contrate um profissional para te acompanhar: um personal trainer, um nutricionista, são profissinais que saberão te auxiliar a alcançar seus objetivos na melhora física! No aplicativo Psiu você encontra profissionais qualificados e de diversas áreas. De forma prática e segura, você faz orçamentos e consegue atendimento como, quando e onde você quiser, baixe agora mesmo!

Baixar PSIU para ANDROID

Baixar PSIU para IOS




0

Desenvolvimento Profissional

SEO significa Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca), e é um conjunto de ferramentas para otimização de sites, plataformas web e blogs. Essas otimizações visam identificar tráfegos e engajamento da página e qual retorno ela está te trazendo, de acordo com o seu objetivo.


Por ser capaz de trazer métricas muito precisas sobre a navegação de usuários, o SEO se tornou uma das principais estratégias do marketing digital e com uma boa estratégia você aumenta seu número de conversões, seja de visitas ao site, vendas e até presença na loja física.


Como implementar uma estratégia SEO?


O primeiro passo é ter conteúdos que sejam relevantes para alguém e, a partir disso, traçar um plano para definir como as pessoas acharão esse conteúdo.


Definir objetivos


Para saber onde colocar o conteúdo, os objetivos deverão ser claros: quem deseja impactar? Por quê? Em qual período? E outras perguntas que sejam relevantes para o seu objetivo de marca e SEO.


Alguns dos objetivos de SEO podem ser:


-gerar leads; 

-gerar vendas;

-aumentar a força e autoridade de marca;

-diminuir custos;

-aumentar o tráfego orgânico; entre outros.


Definir persona


A construção de uma persona significa conhecer a fundo seu público alvo. Com a construção de pernonas viabiliza que o negócio conheça a fundo seus clientes, seus hobbies, hábitos diários, facilitando descobrir a melhor estratégia para impactá-los.


Pesquise palavras-chave


Escolher corretamente as palavras-chave que utiliza, faz toda a diferença no impacto do planejamento SEO. Com o resultado dessa pesquisa é possível reestruturar a hierarquia do site, a linkagem e criar novas páginas, tudo seguindo as necessidades que a pesquisa de palavra-chave demonstrou.


Trace um plano de ação


Após executar os passos anteriores, é hora de traçar um plano de ação e fazer com que seus planos se transformem em processos. Tudo deverá estar muito bem alinhado para que a boa execução das tarefas seja possível e eficaz.


Analise as métricas e avalie os resultados


Depois de todo investimento em uma estratégia SEO, é hora de analisar os resultados. Saber ler e analisar dados é essencial neste momento, e assim, verificar se teve o resultado esperado.


Ferramentas como Google Analytics, possibilita que essa análise seja feita diariamente e permite até mesmo que você vá alterando seus objetivos durante a campanha. Desta forma, caso seja constatado que uma métrica está dando mais resultados que outra, o investimento poderá ser realocado e vice-versa.


Mas lembre-se: conheça bem os seus objetivos, nem sempre pausar ou reestruturar a campanha é a saída correta, por isso é muito importante manter o foco e conhecer suas necessidades.


Com essas informações, obtemos uma noção inicial do que é SEO e por onde começar a implementá-lo em seu negócio, mas não subestime, esse é um trabalho minucioso e que requer muito conhecimento técnico. Busque sempre um profissional que poderá te trazer os melhores resultados em suas estratégias de marketing.


Não sabe onde encontrar um profissional para isso? Nós te ajudamos! Com o aplicativo PSIU, você encontra profissionais qualificados de marketing, pode tirar todas as suas dúvidas, fazer orçamentos e contratar serviços de freelancers. 


Tudo pelo seu celular, de forma prática e segura! Você ainda pode parcelar em até 6x no cartão! Conheça o Psiu:


BAIXE PARA IOS


BAIXE PARA ANDROID

0

Para você

Dia 31 de maio de 2021 é o último dia para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e segundo estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de impostos.

Quem recebeu mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano passado, como salários, aposentadoria ou aluguéis, precisa fazer a declaração do IR 2021. Na atividade rural, a obrigatoriedade vale para receita bruta superior a R$ 142.798,50. 

Baixe o Programa do Imposto de Renda (PGD)

A primeira coisa a se fazer para declarar o IRPF é ir até o site da Receita Federal e baixar o programa de preenchimento e de entrega do IR 2021. Baixe o programa conforme o sistema operacional de sua máquina. <https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/centrais-de-conteudo/download/pgd/dirpf>


Reúna a documentação necessária


Rendimentos recebidos –  Una todos os comprovantes de rendimentos que tenha recebido, geralmente os bancos fazem um compilado de Informe de Rendimentos e disponibilizam, entretanto, se você recebeu algum valor por fora de suas contas bancárias, também deverá incluir na declaração, como recibos de aluguéis, investimentos e trabalhos autônomos.


Ficha de identificação – Nessa etapa o contribuinte deverá informar seus dados pessoais como nome completo, CPF e endereço, tenha em mãos seu documento de identificação e comprovante de residência.


Informe de despesas – Informe todas as despesas que teve ao longo do ano anterior como despesas médicas, odontológicas, educação e aluguéis. Aqui pode ser inserido todas as suas despesas para conseguir dedução do imposto. Tenha em mãos todos os comprovantes.


Preencha todos os campos

O programa do IRPF tem a opção de recuperar os dados da declaração anterior, facilitando o preenchimento dos dados, mas caso seja a primeira vez que declara o IR, será necessário preencher corretamente todos os campos solicitados:


  • – Contribuintes e dependentes
  • – Rendimentos
  • – Bens e direitos
  • – Despesas dedutíveis

Verifique as pendências e se preencheu todos os campos corretamente, desta forma, você evita cair na malha fina, que é quando há inconsistência nas informações e a Receita segura a Declaração para uma averiguação mais minuciosa.


Escolher categoria de dedução (completa ou simplificada)


Ao final, escolha o modelo de dedução mais vantajoso para você, simplificado ou completo. O próprio site da Receita permite que você possa ver e comparar os dois modelos.

 

Informe a conta para restituição


Inclua suas informações bancárias para que possa receber a sua restituição de impostos. Preencha com atenção para não correr o risco de dar erro no pagamento.


Envie sua declaração


Agora que já preencheu todas as informações necessárias e as verificou, envie sua declaração e aguarde a restituição conforme o calendário disponibilizado pela Receita Federal.


Apesar de ser um procedimento bastante intuitivo, caso tenha muitas informações a serem preenchidas e quantidade significativa de documentos para reunir, o melhor a se fazer é contratar um contador para cuidar disso e fazer tudo conforme o requerido. No aplicativo Psiu, você consegue contadores qualificados e certificados para te atender quando e como quiser! Baixe o app e fale com um contador agora mesmo!


Psiu para Android 


Psiu para IOS  

 

0

Desenvolvimento Profissional

LinkedIn é uma rede social de negócios, focada em gerar conexões e relacionamentos profissionais, o que chamamos de networking.


Com um bom networking, você consegue expandir sua rede de contatos profissionais, trocar experiências, informações e criar oportunidades! Neste contexto, o LinkedIn se torna a plataforma ideal para você fazer ser marketing profissional e se destacar em sua carreira.


Apesar de ter sido lançado em 2003, nos últimos anos o LinkedIn tem ganhado ainda mais força, visto que a urgência na presença digital atrelada a importância que o marketing demonstra a cada dia, fizeram com que mais pessoas olhassem para o LinkedIn como uma maneira de fortalecer sua imagem profissional.


Entretanto, apenas criar um perfil na plataforma não é o suficiente e existem algumas mecânicas para ter uma boa página e assim, ganhar destaque entre os profissionais.


Preencher todas as suas informações, é primordial para causar uma boa impressão a quem visita seu perfil. Veja a seguir algumas dicas para completar o perfil no LinkedIn:


  • Foto e Capa

Escolha uma foto para o seu perfil com uma boa qualidade e lembre-se que é uma rede profissional, escolha fotos em que as pessoas possam de reconhecer com facilidade e evite muitos filtros, óculos escuros e chapéus.


Já na foto de capa, escolha uma imagem que tenha a ver com sua área de atuação, pode ter uma frase de apresentação (curta) ou até mesmo ser uma capa personalizada com a logo da sua atual empresa.


  • Sobre

Elabore um texto de apresentação profissional. Utilize esse espaço para falar sobre suas principais competências e experiências. Seja claro e objetivo, descreva sua vivência no mercado de trabalho, mas também fale sobre suas qualidades interpessoais, dessa maneira, o visitante da sua página, terá uma boa ideia de seu perfil profissional.


  • Experiências

Utilize esta área para colocar toda a sua trajetória profissional. Uma dica importante aqui, é preencher não só com as informações de nome da empresa, cargo e data de início e término, mas também fazer uma descrição das suas principais funções e habilidades. Detalhe com o máximo de informações que enriqueça a sua experiência e ajude as pessoas te conhecerem melhor profissionalmente.


  • Competências

O LinkedIn tem um espaço onde você coloca todas as suas competências como tópicos, por exemplo, se você trabalha com marketing, colocará todas as ferramentas e competências que possui na área: experiência do cliente, Photoshop, Illustrator, gestão de equipe e por aí vai. As pessoas que já trabalharam com você, poderão te indicar nessas competências e a pontuação aparecerá no seu perfil.


  • Recomendações

Nesta área, estará as recomendações de profissionais que já trabalharam ou estiveram envolvidos em um mesmo projeto, como colegas de classe e outros. As recomendações são ma espécie de “carta de recomendação” das empresas e valoriza bastante o seu perfil, pois mostra que as pessoas que trabalham com você te valorizam! Você pode também recomendar outras pessoas e isso é uma ótima maneira de conseguir recomendações para o seu perfil. Outra maneira de conseguir recomendações é solicitá-las! Não se envergonhe de enviar mensagens solicitando que seus colegas de equipe deixe uma recomendação no LinkedIn, essa é uma prática muito comum.


  • Interesses

Procure seguir marcas e pessoas que estejam alinhados com os seus ideais e metas de vida, empresas e pessoas que são referência no mercado de trabalho. Os perfis que acompanha ficarão expostos ao final de seu perfil e também é uma maneira de se apresentar às pessoas.


  • Seja ativo no Linkedin

O LinkedIn é uma rede social, então interaja nos posts da plataforma com a mesma frequência que interage com o Instagram, Facebook e outras mídias sociais. Fazer postagens, curtir, comentar e compartilhas assuntos interessantes, faz parte da sua presença e força de imagem na plataforma, então invista uns minutinhos diários para conferir o que está rolando por lá!


Além dessas dicas, você pode enriquecer sua experiência no LinkedIn recorrendo a todas as ferramentas que eles disponibilizam: fique de olho no LinkedIn Learning, nas lives e eventos que as empresas fazem, no mural de vagas de grandes empresas para ver o que elas buscam em um profissional e como você poderia se desenvolver para isso, entre outros. Mesmo que seja autônomo e não queira ser contratado por uma empresa, é sempre bom saber quais as habilidades que o mercado de trabalho busca e assim, estar alinhado com o momento atual.

0

Para sua casa.

Na correria do dia a dia, não tem jeito: tanto abre e fecha de portas que a chave enrosca, fica presa, a gente gira para um lado e para o outro e aqueles minutinhos pra chegar a tempo no compromisso se tornam valiosos, até que acontece, a chave quebra dentro da fechadura!  


Você com certeza já se viu em situação parecida e pensou: onde vou arrumar um chaveiro que me atenda rápido a essa hora? Bem, nem sempre dá pra esperar a chegada do chaveiro para que você siga com sua rotina, então se liga nessas dicas que poderão te ajudar na hora do perrengue:


A primeira coisa a se fazer é deixar a chave em posição vertical. Utilize um objeto de metal fino para te auxiliar nisso, como um grampo ou clipe, por exemplo.


A partir disso, podemos ter dois cenários: você ter acesso aos dois lados da porta ou acesso a apenas um dos lados da tranca.


Se tiver acesso aos dois lados da tranca, você pode usar uma chave reserva ou um clipe para tentar empurrar o pedaço de chave que ficou dentro da fechadura, para o outro lado e puxar com um alicate, quando a mesma estiver saindo do outro lado para terminar de removê-la.


Caso tenha acesso a apenas um dos lados, será necessário um pouco mais de paciência. Se a chave tiver quebrado e restado algum pedacinho para fora da fechadura, você poderá, tentar retirá-la com algum objeto de ponta fina, como um alicate, pinça e cortador de unha.


De maneira geral, essa não é uma tarefa tão simples e o ideal é solicitar a ajuda de um profissional. A sorte é que hoje podemos contar com plataformas tecnológicas que facilitam nosso dia a dia e ajudam MUITO em momentos como este, é o caso do aplicativo PSIU, onde você pode solicitar um chaveiro – e mais de 150 outras especialidades de serviço – com urgência. Em apenas alguns cliques, você encontra o profissional ideal para te ajudar e ter o atendimento realizado na mesma hora e ainda parcelar em até 6x sem juros, só vantagens!


Conheça o aplicativo Psiu:


Para IOS


Para Android 

0

Desenvolvimento Profissional

A internet se tornou um dos principais meios de comunicação, nela, milhões de pessoas, criam laços sociais, profissionais e recebem informações o tempo todo.


Com isso, tornou-se também uma poderosa vitrine para empresas e profissionais divulgarem seus produtos e serviços, fazendo com que a internet seja uma ferramenta crucial para estratégias de posicionamento de marca.


É necessário salientar que, se antigamente você considerava seu concorrente direto, apenas as empresas do mesmo segmento que o seu, hoje é preciso considerar que você está disputando atenção com tudo que está na internet: notícias, vídeos de bichinhos, influenciadores digitais e claro, outras empresas e prestadores de serviço, todos são seus concorrentes diretos.


Há alguns passos básicos que todos que pretendem se posicionar profissionalmente no mundo online, deve se atentar:


Foco no público alvo


A internet traz o benefício de podermos criar campanhas nichadas de acordo com o perfil de cliente que desejamos atingir. Para isso, é primordial que você saiba qual é seu público-alvo e como pode chamar sua atenção.


Crie um funil de vendas online


Com o funil de vendas, você poderá acompanhar todo o seu processo comercial e definir estratégias para a otimização do objetivo a ser alcançado. Seja ele, mais vendas, mais clientes, mais seguidores e assim por diante. Atente-se para focar em um objetivo por vez.



Aposte no marketing de conteúdo e anúncios pagos


Para você ganhar presença online, ter um conteúdo relevante que demonstre a sua autonomia no assunto e credibilidade, fará com que gere leads e possivelmente, converta em vendas.


Há também os anúncios pagos, que trarão resultados significativos, com baixo custo de investimento, além da possibilidade de readequação dos valores de acordo com as necessidades do momento.


Otimização SEO


Criar títulos atraentes, uso de tópicos e subtópicos em sua redação para a quebra de leitura e aumento de permanência na página, uso de palavras-chave e otimização e redirecionamento de URLs, ajudarão a marca a se fortalecer na internet.


Seguindo esses passos, você ganhará cada vez mais força profissional no ambiente online e abrir portas para conquistar cada vez mais clientes e consequentemente, lucro!

0

Para sua casa.

Durante a pandemia, todo mundo teve que desenrolar alguma tarefa que não estava habituado, nessas horas, ter noções básicas por onde começar, é essencial. Outra coisa que ganhou relevância durante esse período que vivemos, foi a necessidade de ter um lar aconchegante, afinal, precisamos ficar em casa o maior tempo possível.


Seja pela necessidade de elaborar um cantinho de trabalho e estudos ou dar uma repaginada na decoração, saber montar um móvel será muito eficiente. Além disso, é um ensinamento não só para esse momento, mas para a vida, então mão à obra e pega essas dicas:


1- Leia o manual com atenção


Muitas vezes subestimamos a complexidade e já pulamos para a parte da “mão na massa”, mas ler as instruções do manual é primordial para que cada peça esteja no lugar correto e siga a ordem correta da montagem para que seu móvel fique firme e alinhado.


2- Monte o móvel no cômodo correto


Atente-se para que a montagem seja feita já no lugar em que o móvel ficará, assim, você evita imprevistos como o móvel não passar por alguma porta ou não ter espaço suficiente, tenha esse cuidado especial principalmente se o móvel em questão for um armário, cama ou berço, já que são objetos de porte maior.



3- Prepare o espaços e ferramentas


Organize o espaço onde o móvel será montado, separe um cantinho para dispor as peças que serão utilizadas. Ter um cômodo bagunçado ou peças espalhadas pelo chão, poderá dificultar a montagem e até mesmo perder de vista algumas pequenas peças que possa precisar.


Além disso, separe com antecedência todas as ferramentas que utilizará na montagem e forre o chão com lona, papelão ou jornais para que não corra o risco de danificar as peças ou o próprio chão.


4- Confira todas as peças


Após preparar tudo, antes da montagem, verifique se todas as peças necessárias estão corretas e as separe de acordo com a ordem que serão utilizadas.


Tome cuidado para que os parafusos fiquem bem fixados, com atenção para não forçar demais e danificá-los, se preferir, use uma parafusadeira nesta etapa. Todas as peças que vêm com o móvel, deverão ser usadas, caso sobre alguma peça ao final da montagem, provavelmente você pulou alguma etapa. Verifique o manual novamente para identificar o que faltou.


5- Guarde o manual e nota fiscal no produto


É importante que você guarde o manual e nota fiscal do produto para caso ocorra algum problema, o fabricante poder ser acionado para garantia ou até mesmo, para que seja possível consultar o manual novamente em caso de desmontar o móvel para mudanças.


6- Em qualquer sinal de maior dificuldade, chame ajuda


Se você leu o manual, verificou que possui as ferramentas necessárias, tem um bom espaço para montagem, mas ainda assim, acha que o nível de dificuldade para montar o móvel é alta, o ideal é pedir ajuda para um profissional! Afinal, é muito importante que a montagem do móvel fique perfeita para garantir a durabilidade de seu uso e até mesmo a sua segurança! 


Não sabe onde encontrar um bom montador de móveis? A gente te conta: no aplicativo PSIU você encontra profissionais capacitados para diversos serviços de forma rápida, prática e segura! São mais de 150 especialidades para te ajudar nas soluções do dia a dia, experimente!

Baixe o PSIU!

Para Android – clique aqui

Para IOS – clique aqui


0

Desenvolvimento Profissional

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 13,5% em 2020, é a maior desde o início da série histórica, em 2012. Em um senário de pandemia, muitos trabalhadores se viram desamparados e tiveram que reinventar a forma de ganhar dinheiro, com isso, o número de trabalhadores autônomos está em constante crescimento e para se manter como seu próprio chefe e organizar sua vida financeira, é preciso ter alguns cuidados.


É muito importante que o trabalhador autônomo tenha a venda de seus produtos ou serviços legalizados, desta forma, o profissional evita que tenha seus produtos confiscados por autoridades ou então, impedido de prestar seus serviços. Estar nessa condição, pode trazer constante preocupação e o risco constante de ter um prejuízo orçamentário.


Essa preocupação, não vale apena, pois no final, o trabalhador autônomo estará sempre com algum impedimento em focar no que realmente importa: o crescimento profissional. Veja a seguir com ser um autônomo legalizado.


Antes de tudo, você sabe o que faz de alguém um trabalhador autônomo?


O trabalhador autônomo é o profissional que não possui vínculo empregatício, pode ser pessoa física ou jurídica e pode prestar serviços para ambos também. O autônomo responde legalmente pelo próprio trabalho, não precisa ter uma formação técnica específica e deve pagar alguns tributos.


Para legalizar seu trabalho como autônomo,  o profissional deverá efetuar o CCM – Cadastro de Contribuintes Mobiliários, para isso, basta procurar Secretaria de Finanças. Após isso, deverá se cadastrar também como contribuinte individual no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o que pode ser feito pelo site da instituição.


Com isso, o trabalhador autônomo passará a recolher o INSS regulamente, a taxa é de 20% sobre os rendimentos, com limitação do teto da previdência. Além disso, ao formalizar sua condição trabalhista junto ao CCM, o profissional terá algumas tributações:


  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins);
  • Imposto de Renda (IR);
  • Imposto sobre Serviços (ISS);
  • Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Programa Integração Social (PIS).

Pode parecer muita coisa, mas lembre-se essa tributação trará formalidade e paz profissional, além de estar em dia com a Receita Federal. O trabalhador autônomo legalizado, tem melhores oportunidades de alavancar seu negócio e futuramente, tornar-se MEI e assim por diante. 

0

Para sua casa.

Um simples vazamento, pode se tornar uma grande dor de cabeça. Desde causar poças de água e infiltrações, até um aumento significativo na conta de água, por isso, hoje vamos mostrar algumas coisas que podem ser verificadas e ajustadas caso você tenha uma torneira com vazamento em casa.


Os principais motivos que fazem uma torneira vazar são: rosca desgastada e peças quebradas. No caso da rosca desgastar, o conserto será simples, já a depender da peça interna que quebrou, será mais vantajoso trocar a torneira inteira.


Após verificar qual o problema da torneira, você precisará seguir alguns passos para seu conserto:


-Separe as ferramentas necessárias como chave ajustável e alicate.


-Desligue o fornecimento de água para poder retirar a torneira e desmontá-la.


-Remova a tampa protetora e verifique o problema. A rosca poderá estar desgastada ou a borracha que ceda a água, velha demais. Caso a rosca estiver muito gasta, será preciso substituí-la, mas caso esteja com pouco desgaste, envolver a rosca com um vedante de silicone será suficiente para o conserto. Se for a borracha desgastada, troque por uma nova.


-Se o problema não for essas peças, compre uma nova torneira e substitua pela antiga.


-Após identificar a solução necessária, veja se não ficou nenhuma peça ou sujeira no cano e instale novamente a torneira consertada ou a nova torneira. Lembre-se de passar uma fita veda-rosca no cano para que o encaixe fique perfeito e não transborde água.


-Reabra o registro de água e veja se está tudo certo. Funcionou? Viu como é simples? 🙂


Caso ainda esteja com problemas, indicamos que não tente outras soluções para que o problema não se agrave, nesse caso, o melhor é contar com um profissional para te ajudar. O aplicativo Psiu, conta com diversos prestadores de serviço, inclusive encanadores, você consegue achar um ótimo profissional, com apenas alguns cliques e pagamento facilitado, você tem seu problema resolvido!


Baixe o app Psiu agora mesmo e descubra mais de 150 especialidades que te ajudam a resolver seu dia a dia!


Baixar para Android


Baixar para IOS

0